Gestão: estratégias e táticas inovadoras

Clubes inovam em Ações de Marketing durante a pandemia

Em meio à crise pandêmica desde o último mês de março, os clubes brasileiros tiveram que reinventar para conseguir movimentar suas finanças. Diversos foram os clubes que criaram e recriaram produtos e serviços para levar aos seus torcedores a emoção que o futebol bretão proporciona.

As ações promovidas pelos departamentos de marketing têm sido um sucesso, e os clubes do nordeste tem se destacado cada dia mais nesse aspecto de criar atrativos que proporcionem a seus torcedores sentimento de pertencimento e cooperação de sua gestão.

O E.C Bahia é um dos clubes que mais tem colocado em prática as ações desenvolvidas pelo seu departamento de marketing, e ganhado destaque no cenário nacional e internacional.  Vale ressaltar que durante esse período de pandemia o clube não perdeu nenhum patrocinador, o que comprova mais uma vez que as atividades do seu departamento de marketing têm conseguido realizar entregas das mais variadas e criativas tanto para seus patrocinadores quanto para seus torcedores. Os atrativos para os torcedores e não torcedores tricolores baianos são os mais diversos:

  • Desconto que passaram de 10% para 31% na compra de produtos (31 remete ao ano de fundação do clube 1931) até dezembro;
  • Lançamento de camisas populares no valor de R$ 99,00, que em menos de 3 dias teve mais de 10 mil camisas vendidas. Detalhe importante, a camisa com a marca SUS teve venda para Estados fora da Bahia e, inclusive para não torcedores do clube;
  • Sorteios mensais até dezembro de carros, para todos os sócios torcedores que se mantiverem adimplente durante esse período;
  • Lançamento do aplicativo Sócio Digital para sócio e não sócio do esquadrão, plataforma de streaming do Tricolor de aço, onde é possível assistir a conteúdos ao vivo sobre o clube, como treinamentos diários no CT Evaristo de Macedo, ônibus dos jogadores, chegada e saída dos atletas, entrevistas, Programa do Esquadrão, jogos oficiais, tudo que envolve o clube dentro e fora das quatro linhas, uma programação que tem sua grade conteúdo ao vivo de no mínimo de duas horas de duração diariamente;
  • Voto online do Bahia, o clube abriu a possibilidade para que os sócios, pela primeira vez na história, pudessem votar nas suas eleições;
  • Beneficio para seus sócios torcedores de 50% de desconto em produtos cervejaria Brahma;
  • Todo sócio torcedor ganhará uma camisa oficial em 2021, após um ano de mensalidade;
  • Os adimplentes terão o seu nome eternizado no monumento #juntosvenceremos, que está sendo construído no CT Evaristo de Macedo;

Seguindo a mesma linha do Bahia, outro clube do nordeste que merece destaque devido suas ações de marketing é o Ceará Sporting Club, onde em um primeiro momento, a principal preocupação dos seus gestores foram no sentindo da perda de visibilidade dos patrocinadores, uma vez que houve suspensão dos campeonatos, mas que com passar dos dias o clube conseguiu resolver de forma criativa, tais como:

  • Desenvolvimento de conteúdos de engajamento em redes sociais para promover os patrocinadores;
  • Conseguiu manter uma base do Sócio Vozão, sócio torcedor do clube;
  • Sócio Vozão ganhou até 90 dias a mais no seu plano, mês a mês totalizando no Maximo 90 dias;
  • Live de comemoração dos 106 anos do clube, que além de proporcionar mais de quatro horas e meia de entretenimento para os torcedores em transmissão ao vivo com shows, memória da história do clube e lançamentos de novos produtos, o clube arrecadou mais de 30 toneladas de alimentos;
  • O clube contou ainda com a inauguração do seu Drive-in, onde o torcedor assiste no telão o jogo ao vivo, dentro do seu carro. Além dos jogos, o serviço conta com eventos pré e pós jogos como shows, filmes, teatro. O Drive-in do Vozão comporta 185 veículos, cada carro podendo ter até quatro pessoas;
  • Com lançamento da marca própria, a Vozão, no final de 2019, o clube pode desenvolver melhor seus projetos de e-commerce;
  • Lançamento da terceira camisa, com ajuda de criação dos torcedores, através de concurso, resultou na venda de 12 mil camisas em uma semana;
  • Ação de cunho social, o Vozão do bem. Arrecadação através de ingresso solidário e doação dos atletas que se uniram e fizeram sua doação;
  • Venda de máscaras do clube onde os royalties eram revertidos para compra de máscaras para os hospitais;
  • Transmissão de entrevista coletiva através de aplicativos de áudio visual a fim de promover a marca dos patrocinadores;
  • Clube firmou contrato de novos patrocinadores, inclusive patrocinador máster, a plataforma de apostas esportivas EstadiumBet, até dezembro de 2021;

Já o Fortaleza Esporte Clube teve uma dificuldade inicial, pois estava  em plena expansão de suas atividades voltadas para sócio torcedor. Com mais de 35 mil associados, o clube já deslumbrava a possibilidade de passar dos 40 mil, contudo, o inicio da pandemia freiou esse avanço, e mais do que isso, causou muito inadimplência, o que fez com que o departamento de marketing redobrasse seus esforços para atrair seus torcedores apaixonados. As campanhas do clube foram destaque nacional.

  • Clube reduziu o valor dos planos de sócio;
  • Promoção em março voltada para as mulheres, que tinha 50% de desconto na adesão dos planos;
  • Sócios adimplentes ganharam dois meses a mais nos seus planos, por exemplo, plano que termina em janeiro, irá valer até março;
  • O Leão renegociou e prorrogou contrato com seus principais patrocinadores;
  • Promoção de e-commerce com grande engajamento dos seus torcedores;
  • O Tricolor do Pici lançou a série ”Primeira vez na América” com sua equipe de Tv e produtora. A série é divida em três partes. A produção trás os bastidores da partida entre o Leão e o Independiente, em Buenos Aires, e relembra a passagem na competição internacional sob ponto de vista dos jogadores, dirigentes e torcedores. Vale ressaltar que o clube levou para a Argentina, juntamente com toda comissão técnica e dirigentes, cerca de três mil torcedores que puderam vivenciar todas as emoções do clube durante a competição;
  • Lançamento do aplicativo do Leão, totalmente interativo, com venda de ingressos, compra de produtos oficiais com desconto, quiz, informações do clube, premiações para os torcedores e uma forma de aproximar clube- torcida.

A pandemia fez com que cada clube repensasse a sua forma de relacionamento com seus torcedores, a criação de novas receitas foi uma oportunidade que cada clube encontrou de enfrentar o problema que é de todos. Os exemplos acima citados nada mais são que clubes bem organizados administrativamente que colocaram a mão na massa e desenvolveram, inteligentemente, ações para seus torcedores. Vale lembrar que não apenas ações de monetização são importantes, o Bahia é um grande exemplo nesse sentido, o clube se posiciona sempre e toca nos assuntos mais delicados da sociedade, como a homofobia, racismo entre outros, não apenas como forma de promoção e sim uma forma de posição.

O período pandêmico possibilita que os clubes olhem para seus torcedores, e por que não para sociedade, de outro prisma; os clubes são sim parte da sociedade e assim como tal devem ter uma participação mais firme, levantando questões e tomando partido quando necessário.

Muitas ações não têm como objetivo principal a geração de receita, e sim o valor da marca, valor de mercado, exposição. A afirmação da identidade de um clube pode trazer consigo benefícios que transcendem a rivalidade do futebol; o torcedor cada dia mais quer fazer parte do clube, e os clubes devem aproveitar (no bom sentido) essa necessidade que os torcedores têm de fazer parte do clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *